Para começo de conversa, rebusco o poeta lusitano que fala sobre tudo. De acordo com a pessoa do Pessoa : ” _ Precisar de dominar os outros é precisar dos outros. O chefe é um dependente.”. Isto se reforça na seguinte frase de Henry Miller : ” _ O verdadeiro líder não tem necessidade de liderar – contenta-se em apontar o caminho. “. Que seja então ! 

Trago aqui algumas modestas consideração, fruto do acúmulo de algumas vivências, ora como liderado, ora como liderança. Creio que quem não sabe ser [email protected] jamais será uma liderança ! Quem senta dos dois lados dos bancos, troca experiências, aprende para ensinar. 

Do contrário, é árdua a tarefa de apenas liderar. Uma liderança tem de ter muita força espiritual, mas que física para sobreviver as intempéries naturais [email protected] [email protected] aspirantes de líderes. O ciclo que não pára como a roda do tempo ! Você só lidera um segmento se as pessoas que vivenciam-no lhes reconhecerem. Ora ninguém é representante de suas ideias apenas, alguém precisa acreditar nelas para seguir quem as defende. A liderança há de ser nata, dada como uma condição da alma e trabalhada nos espaços de aglomeração social. São as causas que movem as pessoas, sejam quais forem. Alguém precisa falar em nome de, por e para. 

A retórica é um requisito importante para se liderar, escutamos melhor quem organiza os termos, cuida da palavra com esmero necessário para torná-la agradável aos ouvidos. O que entra pelos ouvidos por vezes é barrado neles mesmo, sem nem ter chance de tocar a nossa alma, sensibilidade que forma opinião. Já dizia o Sutão das Mil e uma noites, que a fala é feminina, engravida ! Mass, é preciso que esta venha acompanhada de uma verdade que se auto convença para poder convencer as demais. 

Uma liderança que usa de sofisma pode até impressionar no primeiro momento, mas, logo quando a cortina cai, esta cai junto, por mais tempo que demore ! A mentira é a maior inimiga [email protected] líderes ! Uma vez sentindo-se traí[email protected], [email protected] [email protected] tendem a abandonar a embracação. Não é diferente na política, religião, organizações sociais e sindicais, nem mesmo como nossa família e [email protected] [email protected] líderes somos nós nos [email protected] 

Liderar é uma arte que vai de práticas boas como as de Mandela e Gandhi á Hitller ! Penso haver muitos equívocos em conceitos de liderança. Sim, algumas pessoas aglutinam outras em sua volta e isto não lhes dá a posição de liderança ! Por vezes, esta proximidade é através da coerção, da troca de favores. Um exemplo disto eram os feudos medievais onde os vassalos pediam abrigo aos susseranos e deviam fidelidade á terra. Era de sustentação que me refiro á durabilidade das relações. Uma vez que outrem oferecesse melhor condição, este vínculo era quebrado. 

Líderes de verdade são pessoas que inspiram alegria, que proporcionam bem estar a quem estar por perto, crença em algo melhor, do contrário, o conceito precisa ser revisto. As lideranças nunca são inseguras, pois acreditam no que dizem, não temem concorrência porque ocuparam espaço onde chegarem. Autoritarismo, arrogância o são, fragilidade disfarçada ! O tempo referenda ou não quem é líder, o tempo não mente ! 

É lugar comum ver pessoas que estão fora dos espaços de poder, amargarem solidão como o é também, a cobiça por discípulos para se demonstrar numericamente que se tem liderança, mas, metaforicamente falando, plantas sem raízes não sobrevivem aos vendavais. Por vezes, as pessoas fingem ser lideradas em troca de algo que necessitam, dando a falsa sensação aos pretensos líderes até segunda ordem.Quer testar a liderança das pessoas ? Tirem-nas dos seus poderes e de suas famas instantâneas e soltem-nas numa procissão ! As verdadeiras lideranças são livres, semeiam para que outras gerações venham a colher.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.