Até que ponto as Redes Sociais podem interferir na sua vida

Um mundo onde muitas vezes não se mede as palavras, onde o anonimato dá lugar ao exibicionismo, e as pessoas ostentam o que tem e até o que não tem.

92

As redes sociais tomaram conta da internet, diante disso, muitos acreditam que neste vasto mundo de evidenciações, este seja o único mecanismo a proporcionar sucesso e status. São muitos os recursos que atraem os internautas desde possibilidade de um pequeno bate papo, até vídeo conferência. Mas até que ponto essa interação por meio da computação entre pessoas conectadas podem interferir no modo nas quais elas vivem? Por tópicos resolvi abordar algumas situações onde o perigo às vezes se esconde.

  • “Atrás do computador eu ganho coragem, e as redes sociais me oferecem a visibilidade que preciso.”
“Além de aguentar os funkeiros, vou ter que aguentar os políticos nas redes sociais. #QueimaJeová” (Irmã Zuleide)

Esta estrutura social composta por pessoas ou organizações tem o poder de transformar as pessoas em “donos da verdade”, pelo fato de achar que tudo é possível e não há consequências.

  • “Eu sou o que acredito, acredito ser famoso.”
“O anonimato é a fama do futuro.” (John Boyle)

Narcisismo para muitos é sinônimo de redes sociais, eles adoram “selfies” e transformam a rede em seu diário. As pessoas estão cada vez mais vulneráveis aos perigos da internet, golpes, roubos, sequestro, isso porque suas informações circulam soltas entre todo tipo de pessoas.

  •  “A constante necessidade de mostrar o que tem e invejar o que não tem.”
“O cofre do banco contém apenas dinheiro. Frustar-se-á quem pensar que nele encontrará riqueza.” (Carlos Drummond de Andrade)

Ostentar virou moda, e assim como toda moda, muitos adeptos, adoram postar fotos de mansões, carros e artigos de luxo, adoram serem marcados em lugares e restaurantes luxuosos. Não existe problema nisso, pois, cada um, posta o que quer ou que possivelmente completa seu vazio. Entretanto, o que se percebe é que muitos fazem pela necessidade de Exibir, e não pela necessidade simples e pura de aproveitar determinado momento. Sabe-se que muitas vezes do outro lado existem pessoas que são influenciadas por este estilo de vida, mas, diferentemente dos que podem ou ostentam, muitos não possuem condições para tal, e quase sempre sentem-se na obrigação ou necessidade de ter a todo custo estes momentos ou uma suposta vida que se assemelhe.

Espero que tenham gostado, até a próxima!

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite o seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.