21 C
Santa Rita
quarta-feira, 23 setembro , 2020

Em Bayeux: Trio invade comunidade espírita e rende família em tentativa de assalto

-

- Publicidade -

Três assaltantes, pelo menos um deles armado, invadiram residências em uma comunidade espírita conhecida como Vale do Amanhecer, no bairro Mário Andreazza, na cidade de Bayeux, na região da Grande João Pessoa, na manhã desta quinta-feira (10). Durante a ação, os bandidos fizeram pelo menos uma família refém. A Polícia Militar flagrou a tentativa de assalto e evitou que os criminosos fugissem com os objetos roubados da casa. Houve troca de tiros e um dos suspeitos foi baleado.

Conforme informações da Polícia Militar, o trio invadiu pelo menos uma residência do local, rendeu os moradores e obrigou que todos ficassem deitados no chão. Quando os assaltantes recolhiam os celulares e aparelhos eletroeletrônicos nas casas, foram surpreendidos com a chegada dos policiais. No confronto com a polícia, um dos assaltantes foi baleado e preso, os outros dois fugiram por uma mata próxima à comunidade.

O tenente Marcos Pires, da PM, explicou que os assaltantes atiraram assim que perceberam a chegada dos policiais. Ele contou que um carro da Polícia Militar passava perto do local quando foi avisado do assalto em andamento. “Ao chegarmos no local, os bandidos atiraram contra a viatura. A polícia revidou e conseguiu atingir um deles no tórax, a princípio sem risco de morrer”, relatou.

O ferido foi socorrido pelo própria polícia e encaminhado para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. “Os bandidos soltaram os objetos e fugiram, conseguimos evitar que um mal maior pudesse acontecer”, completou o tenente.

Uma das vítimas, que não quis ser identificada, relatou que os bandidos afirmaram ser de Bayeux. “Levaram o meu celular, o celular do meu esposo, e tentaram levar uma moto, que eu não sei quem era o dono. Eram três assaltantes e estavam armados. Eles escutaram o tiro da polícia e pularam o muro. Eles mandaram abaixar a cabeça e deitar. Um deles disse que era do Mutirão. Mandaram a gente ficar todos deitados. Uma pessoa avisou à polícia e ela veio para cá. Houve troca de tiros, eu só ouvi, não cheguei a ver nada”, destacou a vítima.

Até o início da tarde desta quinta-feira (10), a Polícia Militar fazia buscas para localizar os outros dois suspeitos. A pistola usada pelo assaltante baleado, modelo 335, foi apreendida e levada para delegacia, para registro da ocorrência. Conforme uma das vítimas, esta é a quinta vez que a comunidade é alvo de assaltantes.

- Publicidade -
Redação
Redação
Compartilhe informações pelo nosso Whatsapp (83) 98611.8630

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite o seu nome

Laia Também