25 C
Santa Rita
segunda-feira, 21 setembro , 2020

Polícia prende suspeitos de sequestro de gerente e vítima é liberada na PB

-

Gerente dos Correios de Juarez Távora foi levado na segunda-feira. Dupla foi presa na zona rural de Pedras de Fogo.

- Publicidade -

A Polícia Militar prendeu, na manhã desta quarta-feira (30), os dois suspeitos de sequestrar o gerente da agência dos Correios de Jurarez Távora. De acordo com a PM, o gerente, que foi levado na segunda-feira (28), também foi libertado durante a ação. A prisão aconteceu na zona rural do município de Pedras de Fogo, na Mata paraibana. Com os suspeitos, a polícia apreendeu duas armas.

Na tarde da terça-feira (29), a polícia prendeu dois suspeitos de tentarem ajudar na fuga dos sequestradores. A prisão aconteceu em um canavial na cidade de Juripiranga, também na Mata paraibana. Segundo a Polícia Militar, a dupla estava com um carro e pronta para ajudar os criminosos.

Pelo menos seis homens armados assaltaram a agência dos Correios da cidade de Juarez Távora, no Agreste paraibano, na segunda-feira e logo em seguida roubaram uma viatura da Polícia Militar. Os homens entraram na agência, renderam clientes e funcionários.

O major Oscar Beuttenmuller, que participa das buscas, disse que a PM encontrou um celular com os dois homens em que constavam várias ligações, possivelmente para os suspeitos, e um carro. A dupla foi detida e levada para a Delegacia Seccional de Itabaiana.

Beuttenmuller afirmou que a polícia encontrou na manhã desta quarta-feira uma espingarda calibre 12, que estava na viatura da PM roubada durante o assalto aos Correios na segunda-feira e um colete à prova de balas do vigilante da agência, que também foi sequestrado, mas libertado logo em seguida.

“Nós estamos em diligências desde o momento do crime. Esses dois já foram presos, a mulher foi libertada, um carro foi recuperado e agora a arma e o colete achados. Acreditamos que ainda nesta quarta-feira vamos encontrar os criminosos e libertar o refém. As buscas já adentraram pela cidade de Itambé, no Pernambuco”, contou o major Oscar Beuttenmuller, comandante do 8º Batalhão da PM na Paraíba.
Entenda o caso
Após retirarem o dinheiro do caixa, o grupo levou como reféns o vigilante e o gerente do estabelecimento. Ao chegarem na BR-230, o vigilante foi libertado e uma jovem que passava em um carro no momento foi parada e feita refém.

A mulher, de 24 anos foi libertada na manhã da terça-feira. Segundo informações preliminares da Polícia Militar, ela estava em uma escola no Sítio Angicos, em Juripiranga, na Mata paraibana.

 

- Publicidade -
Redação
Redação
Compartilhe informações pelo nosso Whatsapp (83) 98611.8630

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite o seu nome

Laia Também