Categorias
Guia em Foco
Comercial

Eduardo Cunha vai processar deputados que o criticaram durante votação do impeachment

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, afirmou nesta segunda-feira (18) que vai abrir um processo contra os parlamentares que fizeram críticas a ele durante a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff, realizada neste domingo (17).

A informação foi confirmada pela assessoria da Mesa Diretora da Câmara, que disse estar em processo de análise para verificar quais são os deputados que devem ser denunciados.

Na votação, cada deputado tinha o direito à palavra por, no máximo, 10 segundos. No entanto, muitos ultrapassaram o tempo estipulado. Durante o pouco tempo que tinham, muitos parlamentares criticaram Cunha e ressaltaram as acusações contra o presidente da Câmara.

A votação, que só acabou no começo da madrugada desta segunda-feira (18), contabilizou 367 votos favoráveis à admissibilidade do processo de impeachment, 137 contrários e uma abstenção.

Agora, o processo contra a presidente Dilma será analisado pelo Congresso Nacional, que pode afastar a presidente do mandato por até 180 dias. Diferentemente do que acontecer na Câmara, para o processo ser aprovado pelo Senado, é necessária a posição da maioria simples de parlamentares: 41.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja mais matérias
Total
3
Share