Categorias
Guia em Foco
Comercial

Buscas por terceira vítima do desabamento de ciclovia no Rio vão cobrir 61 km de praias

Os bombeiros retomaram, na manhã desta sexta-feira (22), as buscas pelo corpo da terceira vítima do desabamento da ciclovia Tim Maia no Rio de Janeiro. O acidente aconteceu na manhã desta quinta-feira (21) em um trecho de 50 m, em São Conrado. Duas pessoas morreram.

As buscas durante o dia vão se concentrar nas encostas e vendas próximas à região do acidente. No entanto, segundo os bombeiros, o corpo pode ficar até três dias no mar antes de chegar à praia. Além disso, a correnteza pode arrastar o corpo para uma praia distante. A operação dos bombeiros para localizar o corpo vai cobrir a área entre São Conrado e Grumari, munícipio próximo ao Rio. A distância é de 61 km.

A avaliação dos bombeiros é de que as vítimas morreram na queda de 26 metros e, por isso, os pulmões não se encheram de ar quando bateram na água. Em condições assim e, com água muito fria, o corpo demora até três dias para vir à tona.

A operação de localização no mar será feita a partir do final da tarde, quando a maré baixar. Hoje, assim como ontem na hora do desabamento, as ondas estão altas e a ressaca está forte em São Conrado.

Os familiares já reconheceram os corpos de Eduardo Marinho Albuquerque, de 54 anos, e Ronaldo Severino da Silva, de 60 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja mais matérias
Total
1
Share