25 C
Santa Rita
segunda-feira, 21 setembro , 2020

PM troca tiros com bandidos na Capital e liberta servidor público que seria executado

-

Homem havia sido sequestrado ao chegar em casa após o dia de trabalho; PM iniciou perseguição ao perceber fuga do carro no qual os criminosos mantinham o refém.

- Publicidade -

Uma perseguição com troca de tiros entre a Polícia Militar e bandidos terminou com a libertação de um servidor público que havia sido sequestrado e, conforme os policiais ressaltaram, seria executado, no bairro do Cristo Redentor, na Zona Oeste de João Pessoa, na noite desta segunda-feira (2).

Segundo o cabo Cássio, da Cavalaria da PM, a guarnição fazia rondas rotineiras pelo bairro do Cristo quando percebeu que o condutor de um Chevrolet Corsa iniciou uma fuga ao avistar a viatura da polícia, que passou a perseguir o veículo.

“A perseguição durou cerca de 20 minutos e houve troca de tiros”, disse Cássio. O policial informou que a viatura seguiu os suspeitos até a comunidade Boa Esperança, no mesmo bairro, onde os criminosos abandonaram o veículo e fugiram por uma região de mangue. Segundo a PM, a quadrilha era formada por três indivíduos, que não chegaram a ser identificados. Ninguém se feriu no tiroteio.

Dentro do carro estava o funcionário público, que, ao ser resgatado, alegou ter sido sequestrado ao chegar em casa, no bairro de Cruz das Armas, também na Zona Oeste, após o dia de trabalho.

“O homem disse que é um cidadão de bem e que não deve nada a ninguém. Ele disse que seria executado e que ouvia a todo tempo dos bandidos que ele ‘estava na mão’”, revelou Cássio.

Não houve registro de objetos roubados da vítima ou agressões. Buscas seguiriam sendo feitas, mas, até o fim da noite desta segunda, os suspeitos ainda não haviam sido localizados.

- Publicidade -
Redação
Redação
Compartilhe informações pelo nosso Whatsapp (83) 98611.8630

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite o seu nome

Laia Também