O Maior Portal de Notícias da Cidade de Santa Rita na Paraíba.
Categorias
Guia em Foco
Quem Somos

Suspeitos de roubar correspondente bancário na Paraíba são presos

Os dois homens suspeitos de assaltarem um correspondente bancário na cidade de Dona Inês, no Curimataú paraibano foram presos na noite desta sexta-feira (28). O roubo aconteceu pela manhã e os suspeitos estavam fugindo entre a cidade onde o crime aconteceu e o município vizinho de Bananeiras. Com eles foram encontrados revólveres, cerca de R$2,2 mil e drogas.

De acordo com as informações da Polícia Militar o primeiro suspeito, um homem de 40 anos, foi preso por volta das 21h depois de ser encontrado em uma estrada entre Dona Inês e Bananeiras. Ele estava com um pé machucado e não conseguia correr. Com ele foi apreendido um revólver e parte do dinheiro.

Através de informações fornecidas pelo primeiro suspeito a ser preso, os policiais conseguiram localizar o segundo, um homem de 20 anos, uma hora depois. O suspeito estava ainda na zona urbana da cidade e foi flagrado com outra parte do dinheiro e pequenas porções de cocaína, segundo informou a Polícia Militar.

O assalto aconteceu por volta das 8h da sexta-feira no Centro da cidade de Dona Inês. Os suspeitos chegaram no estabelecimento em uma moto de cor vermelha e anunciaram o assalto. Segundo a Polícia Militar, no momento em que os dois homens fugiram na moto, o dono do corresponde bancário perseguiu a dupla em seu carro particular e colidiu o veículo contra a moto dos suspeitos. Os homens abandonaram a moto e um revólver e continuaram a pé por um matagal.

“O planos de fuga deles foi frustrado depois que o dono do estabelecimento usou o carro próprio para perseguir eles e colidiu contra a moto em que eles estavam. As equipes policiais sabiam que eles estavam feridos, pela queda da moto, e insistiram nas buscas e mais de 12 horas”, disse o sargento da Polícia Militar, Jeremias Barbosa. Depois de serem presos, os dois suspeitos foram conduzidos para a delegacia de Polícia Civil na cidade de Solânea, onde foram autuados em flagrante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja mais matérias
Total
1
Share