30 C
Santa Rita
sábado, 26 setembro , 2020

Professores estaduais param e deixam 250 mil alunos sem aula na Paraíba

-

Segundo o presidente da APLP, Bartolomeu Pontes, a categoria decidiu pela paralisação para cobrar do governador o envio da PCCR à Assembleia Legislativa da Paraíba

- Publicidade -

Mais de 10 mil professores da rede estadual de ensino paralisam as atividades nesta quinta (2) e sexta-feira (3) para pressionar o governo do Estado a colocar em vigência o Plano de Cargos Carreira e Remuneração (PCCR) da categoria. A paralisação prejudica 250 mil alunos.

Ao Correio Online, o presidente da Associação dos Professores de Licenciatura Plena do Estado da Paraíba (ABLP), Bartolomeu Pontes, disse que a categoria decidiu pela paralisação para cobrar do governador o envio da PCCR à Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB).

“[Queremos que ele envie] o projeto de revisão da lei do nosso PCCR, para sua imediata vigência. Entendemos que só com uma carreira definida, decente e digna poderemos avançar na valorização do Magistério Estadual”, afirmou Bartolomeu Pontes.

Ainda segundo o presidente da ABLP, os professores licenciados e demais classes não obtiveram nenhum reajuste salarial, já que receberam no contra cheque de abril as mesmas remunerações pagas no mês de outubro de 2015.

Já o secretário geral da APLP, Fernando Lira, informou que caso a situação não seja resolvida, os professores podem não retornar as atividades para o segundo semestre deste ano.

- Publicidade -
Redação
Redação
Compartilhe informações pelo nosso Whatsapp (83) 98611.8630

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite o seu nome

Laia Também