O Maior Portal de Notícias da Cidade de Santa Rita na Paraíba.
Categorias
Guia em Foco
Quem Somos

“O PT NÃO PODE TOLERAR PARTICIPAÇÃO EM UM GOVERNO DESASTROSO E CORRUPTO COMO O DE SANTA RITA”, AFIRMA DEPUTADO

O deputado Anísio Maia, líder do Partido dos Trabalhadores, disse essa semana durante pronunciamento na Assembleia Legislativa da Paraíba, que o PT cometeu errou ao se assemelhar a partidos que deveria combater. “Os mesmos partidos que recebem apoio da grande mídia que nos ataca. Ou seja, somos atacados por nossas virtudes, não por nossos defeitos”, ressaltou.

Para Anísio Maia, a situação do PT na cidade de Santa Rita é simbólica de como o partido chegou a esta é que a maior crise de sua história. “O PT não pode tolerar a participação de seus militantes em um governo desastroso e corrupto como este Santa Rita. Vale a pena, em troca de alguns cargos, jogar na lata do lixo toda a história do partido?” questionou.

“Precisamos de uma verdadeira autocrítica que nos coloque à altura dos desafios que temos daqui para frente. Esta autocrítica não pode ser apenas na teoria, que demonstrar na prática que não temos medo de disputas e não compartilharemos das práticas da política tradicional. A situação do PT de Santa Rita é um escárnio. Não podemos admitir que nosso partido reforce um governo que está destruindo a cidade e prejudicando o conjunto da população” explicou Anísio.

Para o deputado, esta mudança é possível e cita a construção da candidatura própria na capital como exemplo. ” A militância do PT de João Pessoa está provando que podemos fazer política em nome de projetos. Todos os nossos Diretórios Municipais pela Paraíba deveriam seguir este exemplo, principalmente o de Santa Rita. Caso contrário, defendo que sofram intervenção ou sejam fechados. Não podemos mais tolerar mercenários que apenas fragilizam o PT”, concluiu.

Com informações da assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja mais matérias
Total
1
Share