Enfim chegou a época em  que a cidade se torna o centro das atenções da classe política. Praticamente  abandonada por diversos pleitos, agora virou uma espécie de jargão de caça aos votos. Em cada esquina se encontra um apaixonado pela cidade, um filho da terra, um salvador que irá magicamente cuidar e resolver como por um encanto  mágico os reais problemas da população. Faz-se necessário destacar que não se remete aqui uma generalização negativa dos Políticos da nossa cidade, pois de alguma forma sabemos que  existe  uma mínima parcela que realmente tem projetos efetivos, responsabilidade e história de luta por uma cidade digna. O que chega a ser bizarro é como nada muda no cenário atual, vemos as mesmas práticas para obtenção de votos, a baixaria, o descaso, as mentiras descaradas e absurdas que se espalham pelos bairros. Um fato a ser notado também é a quantidade de candidatos ao cargo de  vereador, como também a insatisfação da população com a perspectiva negativa de que muitos dos que concorrem apenas buscam o enriquecimento e poder.

Esperamos novos tempos, acho que o estado de vergonha, caos e descaso que impregna este município durante anos deve de alguma forma se dissipar. É necessário que você eleitor, possa dessa vez não cair mais nas falácias, promessas e poses de santificados políticos. É preciso entender e realmente dar sentido a tão falada expressão “que o poder emana do Povo”, para que a escolha de determinadas representatividades sejam realmente competentes e que façam seu papal de forma honesta e de qualidade.

Santa Rita não pode mais ficar nas amarras do passado, sendo organizada e planejada para sempre fica no fracasso e no atraso, ficando sempre a margem do desenvolvimento. Talvez estejamos sem esperança  ou ainda rotulados pela ditadura do descaso, mas não devemos entregar nossa cidade mais uma vez aos corruptos, sanguessugas da política  que só tem a finalidade de desviar dinheiro público e adquirir patrimônio particular.  O voto consciente é ainda uma das possibilidades de mudança, Se for para eleger um representante, procure suas influencias, suas condutas como cidadão, conheça profundamente suas ideias e seus projetos. Afinal, este que terá nas mãos o direcionamento da nossa cidade durante 4 anos. Lembre-se cargo político não é emprego, não eleja corrupto!

Rubens Scapone
Rubens Scapone é Estudante de Direito, Professor-Pós-Graduado em Língua, linguagem e literatura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.