Uma quadrilha que se preparava para assaltar um carro-forte que iria abastecer os caixas eletrônicos que ficam dentro da 1ª Ciretran de Campina Grande foi presa em flagrante, na tarde desta terça-feira (31). O grupo teve a ação frustrada por policiais militares e civis, que abordaram os suspeitos no estacionamento do local e apreenderam duas pistolas, um revólver, uma espingarda e dois rádios comunicadores – o que levanta a suspeita de que mais pessoas estavam apoiando a ação.

Foram presos os pernambucanos Cícero Manoel da Silva, de 30 anos; Fred Wens Silva Santos, 30; Eliandro Gois da Silva, de 37; e o paraibano Thiago Kadoshi Menezes de Andrade, 19. Uma das pistolas apreendidas com o grupo foi roubada de um policial militar que foi assassinado no Estado de Goiás, no ano passado.

De acordo com o comandante do 2º Batalhão, major Gilberto Felipe, as duas polícias já estavam em operação para prender o grupo há dois dias. “O serviço de inteligência da PM e a Polícia Civil vinham recebendo denúncias de que essa quadrilha estava no bairro das Malvinas planejando esse assalto, que seria a um carro-forte que estava para chegar às 16h na Ciretran, nesta terça-feira, e a Força Tática do 2º Batalhão, juntamente com os policiais civis, conseguiram frustrar o crime, prendendo a quadrilha em flagrante”, disse.

Major Gilberto informou ainda que dois dos presos teriam participado de um roubo a um correspondente bancário, na última sexta-feira (27), no bairro da Prata. “Cícero e Eliandro foram encontrados com vestimentas que ligam eles ao roubo do Pague Fácil, na última sexta-feira, quando eles teriam tentado abrir a porta de acesso aos caixas, mas não conseguiram e levaram um valor que estava no balcão, fugindo em um veículo Prisma, que por sinal é a marca de um dos dois carros apreendidos com a quadrilha nesta terça-feira”, completou.

Os quatro presos e o material apreendido foram levados para a Central de Polícia Civil, em Campina Grande.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite o seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.