O Maior Portal de Notícias da Cidade de Santa Rita na Paraíba.
Categorias
Guia em Foco
Quem Somos

Acusados de matar segurança em assalto são condenados a 23 anos de prisão

Dois homens foram condenados a 23 anos de prisão em regime fechado, nesta terça-feira (20), acusados de matarem um segurança a tiros após roubarem o celular dele, no bairro da Torre, em João Pessoa, em outubro de 2016. A vítima tinha 34 anos e morreu no Hospital de Emergência e Trauma depois de ser baleado no peito durante o assalto.

A Justiça considerou a denúncia do Ministério Público da Paraíba e alegou que o réu Christopher Axelley Nascimento Farias, que teria sido o autor dos disparos, não teve motivos para praticar o crime. Além disso, considerou que as consequências do latrocínio foram “gravíssima”, pois deixou “sequelas na família”, além de ter deixado uma criança órfã.

O outro homem que estava com ele no momento do assalto, Renan Fernandes da Silva, mesmo não tendo realizado os disparos, auxiliou Christopher na execução do crime. De acordo com a sentença, Renan ficava ordenando para que o outro suspeito agisse rapidamente, o que, segundo a Justiça, teria contribuído para que a vítima ficasse nervosa e permanecesse “estática durante a ação, o que resultou na ação que sofreu”.

Um dos amigos da vítima, que estava no dia do fato em frente a uma casa conversando com o segurança, contou em depoimento que a vítima Heitor da Cunha ficou sem ação e não entregou o celular quando lhe foi pedido. Nesse momento, o carona que estava na moto desceu com a arma em punho e mandou que baixassem a cabeça. No entanto, Heitor teria permanecido estático. Em seguida, Christopher teria roubado o celular de Heitor e efetuado o disparo.

O réu Christopher Axelley foi preso com Renan e mais dois homens suspeitos de articular o sequestro do dono de uma padaria. Com ele, a polícia encontrou um celular com conversas que faziam mensão ao latrocínio no bairro da Torre. Ele negou sua participação no crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja mais matérias
Total
104
Share