Em uma denúncia impetrada contra o prefeito de Bayeux, Berg Lima, o Ministério Público da Paraíba denuncia o gestor por improbidade administrativa em uma esquema de funcionários fantasmas, na Secretaria de Indústria e Comércio. O secretário na época Ramon, José Acioli Apolinário, apontou que apesar de 13 pessoas estarem registradas no SAGRES, do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, apenas 4 servidores compareciam ao trabalho.

A denúncia publicizada nesta segunda-feira (14) foi oficializada pelo MP estadual em 17 de dezembro e é assinada por Alcides Jansen, subprocurador-geral de Justiça. O documento também aponta outras 20 pessoas. Estes, identificados como supostos servidores fantasmas com respectivos exercícios na prefeitura em 2017.

Segundo o ministério, a acusação baseia-se no desvio de recursos públicos. A ação integra um suposto esquema de contratação de servidores fantasmas na administração da cidade.

Berg é acusado de se apropriar de bens ou rendas públicas, ou de desviá-los em proveito próprio ou alheio. Ainda segundo o texto, com os respectivos pagamentos, Berg teria desviado um valor superior a R$ 310 mil.

VIAT5
Redação
Compartilhe informações pelo nosso WhatsApp: 83 99619.3881 | 98611.8630

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.