O promotor Claudio Calo

Claudio Calo, o promotor para quem a investigação do caso Flávio Bolsonaro/Fabrício Queiroz foi distribuída pela Central de Inquéritos, acaba de declarar sua suspeição em relação ao filho do presidente da República.

A manifestação de suspeição foi entregue ao promotor Marcelo Muniz, informa Lauro Jardim em sua coluna no Globo.

O motivo de Calo declarar-se suspeito para cuidar do procedimento de investigação criminal é o conflito patente que teria que enfrentar se entrase de fato no caso.

O promotor tem diversas manifestações em sua conta no Twitter que o revelam próximo das ideias bolsonaristas. Calo, por exemplo, retuítou Carlos Bolsonaro num post crítico à imprensa e no qual defende o pai, e reproduziu entrevistas com Flávio justamente sobre suas relações com Queiroz.

Assim, a investigação sobre Flávio e Queiroz, que já esteve nas mãos do Procurador-Geral, Eduardo Gussem, e desde ontem estava sob a responsabilidade de Calo, volta à estaca zero. (…)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite o seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.