A Comissão Permanente de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios, se reúne nesta segunda-feira (11), na sede do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (Nudetor) do Ministério Público da Paraíba, em João Pessoa, para analisar a situação da marquise do estádio Almeidão.

De acordo com o procurador, Valberto Lira, uma parte da arquibancada pode até ser interditada.

“Deve acontecer alguma interdição ou restrição de uma parte especifica do estádio. Além disso, vamos solicitar que a Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento da Paraíba (Suplan) antecipe a elaboração do novo laudo que deveria ser apresentado em janeiro de 2020”, explicou.

Ele ainda comentou que laudos dos outros estádios do interior serão solicitados.

Devem participar da reunião, a Policia Militar, Corpo de bombeiros, Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Paraíba (CREA/PB) e a Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

O encontro ocorre porque no último sábado, um torcedor ficou ferido durante a partida entre o Botafogo-PB e CSP, após ser atingido por um pedaço da marquise do Estádio Almeidão, em João Pessoa. O jovem estava sentado na arquibancada sombra quando foi atingido pelo pedaço do concreto.

Ary Correia
Formado em Jornalismo pela Faculdade Maurício de Nassau, Ary Correia tem passagens pela Rádio Cruz das Armas FM, Rádio Sanhauá AM e Band News Fm. Apesar de ter uma boa experiência no rádio, ele já fez trabalhos para o portal de turismo O Conciege Online. Dinâmico e criativo, ele busca levar informação, opinião e prestação de serviços à toda população.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.