Imagem internet

Doze aeroportos brasileiros serão leiloados no dia 15 de março. Este será o primeiro leilão de privatização do governo de Jair Bolsonaro. Conforme fontes ouvidas pelo ‘Estado de São Paulo’, os espaços devem render R$ 218 milhões de outorga mínima inicial para a União. A expectativa é de que, nos primeiros cinco anos, os vencedores terão de investir R$ 1,47 bilhão na melhoria dos terminais.

A fonte afirma ainda que o bloco do Nordeste, com os terminais de Recife, Maceió, João Pessoa, Aracaju, Campina Grande e Juazeiro do Norte, será o mais demandado pela proximidade com a Europa e pelo já intenso fluxo de turistas na região.

O ‘Estado de São Paulo’ revelou que haverá até dez concorrentes para o bloco, que tem o aeroporto de Recife como principal chamariz. O terminal recebeu, no ano passado, 8,3 milhões de passageiros, registrando um número recorde e um aumento de 9% na comparação com 2017.

Carnaval

Cerca de 27 mil passageiros desembarcaram durante o Carnaval, entre os dias 1º e 7 de março, no Aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto, em Bayeux (PB), região metropolitana de João Pessoa. O número é 13% superior à circulação registrada durante o feriadão do ano passado, quando 23.379 viajantes chegaram e partiram do terminal paraibano. Além disso, no período, são esperadas 200 operações de pousos e decolagens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite o seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.