Imagem ilustrativa: Guilherme Ribeiro (O estupro por entre o concreto)

A polícia está à procura de um quarto adolescente acusado de abusar sexualmente, em maio do ano passado, de uma criança de, na época, oito anos de idade em uma escola particular em bairro nobre de João Pessoa. Os outros três envolvidos, de 13, 14 e 17 anos, foram apreendidos na manhã desta segunda-feira (11) em suas residências. De acordo com a superintendente da Polícia Civil da Paraíba, Roberta Neiva, os suspeitos moram em Manaíra, Bairro dos Estados e Tambauzinho. O caso tramita na Vara da Infância em segredo de justiça.

Em entrevista ao OP9, o delegado responsável pelo caso, Gustavo Carlleto, relatou que a denúncia partiu de familiares da vítima, após ele contar aos pais e colegas o que ocorria no banheiro da escola. “O garoto disse aos pais e amigos que estava sofrendo abusos sexuais. Em seguida, os pais da vítima procuraram a polícia”, declarou.

O abuso sexual acontecia durante o horário das aulas. Segundo Roberta Neiva, o estabelecimento privado forneceu informações necessárias para o inquérito, mas não adiantou se houve negligência por parte dos responsáveis pela administração da unidade.

Apesar do abuso ter acontecido em maio de 2018, apenas na sexta-feira o judiciário expediu o mandado de busca dos acusados. Os adolescentes apreendidos foram encaminhados ao Centro Educacional do Adolescente (CEA), no bairro de Mangabeira, Zona Sul da capital, onde ficam à disposição do Juizado da Infância e da Juventude.

VIAOP9
Redação
Compartilhe informações pelo nosso WhatsApp: 83 98611.8630

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.