Zelador do Colégio Geo ajudava alunos a cometer estupros, diz delegada

0
52
Imagem ilustrativa: Guilherme Ribeiro (O estupro por entre o concreto)

A delegada de Polícia Civil Joana D’Arc Sampaio confirmou, que um zelador do Geo Tambaú, a escola particular onde ocorreram abusos sexuais contra uma criança de oito anos, também teria participação nos atos de violência. A afirmação da delegada aconteceu nesta terça-feira (12).

Ontem, Três adolescentes, alunos da escola foram apreendidos. Mas, a Polícia investiga se houve abusos contra outras crianças.

Segundo a delegada, além de estuprar a criança, o zelador agia no impedimento da passagem de outros alunos para o banheiro, enquanto os jovens suspeitos violentavam a vítima. A estratégia usada seria molhar o piso do corredor do banheiro e dizer que o local estava interditado para limpeza. O homem foi denunciado e o caso está sob investigação.

Em nota à imprensa, a instituição de ensino informou que a partir do momento que tomou conhecimento da notícia, tem buscado junto ao Poder Público a apuração dos fatos.

“Em respeito à privacidade dos menores envolvidos, o procedimento tramita em segredo de Justiça e no âmbito do Poder Judiciário. O Colégio está empenhado no esclarecimento integral da verdade”, disse o Geo, em nota.

Ontem, o áudio de uma reunião foi divulgado pelos próprios pais nas redes sociais mostrando a revolta de diversos responsáveis que têm crianças estudando na escola. Eles questionam o fato da direção não ter tomado providências quando soube do ocorrido ainda no ano passado.

O diretor-geral das unidades Geo Tambaú e Geo Sul, identificado como Roberto, alega que a escola fez “uma série de encaminhamentos para que a gente pudesse entender o fato em função de estar envolvendo menores de idade”, mas ao mesmo tempo diz que “esse processo não foi finalizado” e que “estava sendo encaminhado em segredo de justiça”.

“Me surpreende o fato de, hoje, algumas mídias terem divulgado até algumas imagens dos alunos, dos pequenos, dos menores, o Jurídico vai tomar conta disso”, disse o diretor na reunião com os pais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.