30 C
Santa Rita
quarta-feira, 23 setembro , 2020

É Tricampeão!

-

- Publicidade -

Com uma larga vantagem, o Botafogo-PB precisava apenas empatar com o Campinense para se tornar campeão paraibano de 2019. E mais um confronto com a Raposa, o Belo se impôs desde o início no Estádio Almeidão, marcando com o meia Clayton, artilheiro isolado do estadual, após receber bom passe de Nando. Na sequência, o Alvinegro administrou bem o decorrer da partida, sabendo o momento certo para ampliar. E foi com Paulo Renê, aos 50 minutos do segundo tempo, que garantiu o tricampeonato da Paraíba.

Capitão Marcos Aurélio ergue a taça de campeão paraibano
Imagem: GE

A primeira etapa mal começou e Clayton já estava comemorando o seu gol, que saiu logo aos três minutos de partida. Por sinal, mesmo com um gramado encharcado pela forte chuva que atingiu a capital paraibana neste sábado, o Belo conseguiu dominar o Campinense em boa parte do primeiro tempo. O Rubro-Negro, de Francisco Diá, entrou com um time bastante modificado em relação ao duelo de ida. Isso talvez tenha comprometido, já que Neilson, que entrou no lugar de Jerfeson, veio para o jogo logo aos 33 minutos.

No segundo tempo, o Campinense começou tentando surpreender, tendo uma chance com Denis logo no início. No entanto, Saulo estava lá para defender a meta botafoguense. Na sequência dos 45 minutos finais, a partida ficou feia, com muitas faltas e pouco futebol bem jogado. O Belo, inclusive, controlou com mais tranquilidade, chegando a matar a partida aos 50 minutos, com Paulo Renê, que entrou no fim do confronto.

Com o tricampeonato estadual, o Botafogo-PB encerra um tabu de 36 anos do futebol da Paraíba. O último time a erguer a taça três vezes consecutivas foi o Treze, em 1981, 1982 e 1983. Agora a hegemonia é alvinegra, mas de João Pessoa. O campeão em 2017, 2018 e 2019 aumenta também a sua vantagem como o maior campeão do estado, ergue o troféu pela trigésima vez.

 

Ficha técnica

Botafogo-PB 2 x 0 Campinense

Campeonato Paraibano de 2019 (2º jogo das finais)
Estádio: Almeidão

Arbitragem: Wagner Reway (FIFA); Schumarcher Marques e Paulo Ricardo

Cartões amarelos: Fábio Alves, Rogério, Marcos Aurélio (B); Vitor Maranhão, Richardson, James, Denis, Cleber, Lopeu (C)
Gols: Clayton, Paulo Renê (B)

Botafogo-PB: Saulo, Israel, Lula, Donato, Fábio Alves; Rogério, Wellington, Marcos Vinicius (Dico), Clayton (Paulo Renê), Marcos Aurélio; Nando (Adalgiso Pitbull). Técnico: Evaristo Piza.

Campinense: Wagner Coradin, Jean, Richardson, Jerferson (Neilson); Gustavo, Cleber, Vitor Maranhão (Afonso Júnior), Gabriel (Romeu), James; Denis e Lopeu. Técnico: Francisco Diá.

- Publicidade -
Redação
Redação
Compartilhe informações pelo nosso Whatsapp (83) 98611.8630

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite o seu nome

Laia Também