Protestos em trechos da BR-230 afeta Santa Rita

Cinco trechos da BR-230 foram interditados por motoristas de transportes alternativos, na manhã desta terça-feira (6), na Paraíba. Os protestos acontecem nos seguintes trechos: quilômetros 331 e 344, em Patos; quilômetro 399, na divisa Pombal/São Bentinho; quilômetro 422, em Catolé do Rocha; e quilômetro 32, em Bayeux. Também foi interditado o quilômetro 8 da BR-361, em Patos.

O bloqueio em Bayeux provocou grande congestionamento. O engarrafamento de veículos chegou ao Estádio Almeidão, em João Pessoa. Uma faixa de cada sentido da rodovia foi liberada por volta das 10h55.

Em Santa Rita o bloqueio provocou transtorno nos Bancos, segundo funcionários do Banco do Brasil, a falta de dinheiro nos caixas foi causado pelo bloqueio que impediu que as transportadoras responsáveis pelo abastecimento dos caixas passassem em direção a cidade para levar o dinheiro, isto fez com que muitas pessoas ficassem sem poder fazer saques desde a manhã deste dia, causando transtorno e dor de cabeça para muitos. Como Dona da Luz, idosa que foi ao Banco e encontrou todas os caixas vazios “Sou idosa, muitas pessoas aqui são idosas e doentes também, vim até aqui e não poder sacar o dinheiro que paga nossas contas e compra nossos remédios é muito ruim, isso nos prejudicar porque nós precisamos do dinheiro.” disse a idosa.

Os motoristas paralisaram as atividades porque o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) não estava liberando concessões para que eles pudessem trabalhar de forma regularizada. Desde 2014 que há uma lei estadual que regulamenta as atividades dos alternativos, mas isso ainda não está funcionando como deveria. A categoria teme ainda uma lei federal editada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) que altera o Código Brasileiro de Trânsito e aumenta a punição para quem faz transporte irregular a partir de 9 de outubro. Os motoristas flagrados dirigindo sem a concessão estarão cometendo infração gravíssima e vão perder sete pontos na Carteira de Habilitação.

O protesto teria sido articulado por grupos de WhatsApp. Um áudio que circula no aplicativo informa sobre a intenção dos motoristas em fechar os acessos ao município de Patos. A gravação foi feita na tarde dessa segunda-feira (5). “Já está tudo certo. Os alternativos que rodam pra São José do Egito, que vêm de Manaíra, Princesa Isabel, Juru, Tavares vão fechar as quatro saídas de Patos. Está tudo organizado. A partir de 5h, vêm van de tudo quanto é canto pra fechar [a rodovia]”, diz a mensagem.

Os motoristas de transportes alternativos da Paraíba encerraram a manifestação nas rodovias federais que cortam o estado, no começo da tarde. O presidente do Sindicato dos Transportes Alternativos da Paraíba, Carlos Luna, disse que conseguiu um acordo com o governador da Paraíba João Azevêdo (PSB).

Segundo o sindicalista, o governador João Azevêdo garantiu que o Departamento de Estradas de Rodagem da Paraíba (DER) está pronto para liberar essas concessões.

Ele explicou que o estado tem 15 mil motoristas alternativos, sendo 3.200 sindicalizados e apenas mil, aproximadamente, com concessões para a atividade. Conforme o acordo, os motoristas alternativos que ainda não têm a concessão poderão obtê-la até dezembro deste ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.