O Procon e a SEMMA de Santa Rita se uniram para fiscalizar no município a venda de GLP, o conhecido gás de cozinha. As equipes estiveram nas ruas visitando locais de comercialização do produto e notificaram os donos dos estabelecimentos para que apresentem a documentação que autoriza este tipo de venda. Eles terão o prazo de até 15 dias para apresentar a comprovação que atesta a regularidade.

A operação teve início na última  quarta-feira (19) e segue por mais uma semana. A ação visa combater irregularidades na comercialização, assim como garantir medidas de segurança, já que o produto é inflamável. Esta iniciativa consolidou-se a partir de uma recomendação do Ministério Público da Paraíba, juntamente com o Corpo de Bombeiros, Controladoria do Estado e SUDEMA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite o seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.