22.1 C
Santa Rita
domingo, 12 julho , 2020

Frente de esquerda em Santa Rita lança nota criticando ações de Panta no combate a pandemia

-

- Publicidade -

Na tarde desta terça-feira (16), a frente de esquerda formada pelos partidos; PT, PSOL, PCdoB e UP de Santa Rita, lançam nota em redes sociais criticando ações de Panta no combate a pandemia, e afirma que medidas de flexibilização anunciadas pelo Prefeito pode causar a piora no cenário epidemiológico.

Confira a nota na integra:


Até este momento o nosso Município tem poucas evidências científicas e epidemiológicas que respaldem uma flexibilização às medidas restritivas implementadas para conter a disseminação do novo coronavírus. Infelizmente, os números nos apresentam mais de 80 óbitos, uma das maiores letalidade do Brasil, equivalente a 9,3%; muito acima da letalidade estadual que é de aproximadamente 2,25%, de acordo com levantamento da Fiocruz anunciado pela Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba (SES-PB).

A transmissão do vírus em Santa Rita-PB ainda está longe de ser controlada. Existem diversas falhas nas ações adotadas no município, principalmente se observarmos que muitas dessas são apenas midiáticas. Não há testagem massiva da população e até o momento apenas 1.9% dos mais de 136 mil habitantes tiveram acesso aos testes. Também não houveram campanhas eficazes que provocassem o engajamento e a conscientização para adesão das medidas de isolamento. Precisamos de uma fiscalização permanente, pedagógica e estruturada.

Temos grande preocupação em relação ao sistema de Saúde, pois a gestão não criou novos leitos e o índice de ocupação em UTI´s no sistema de saúde da região metropolitana é de 80%. Como medida de minimizar o déficit hospitalar, sugerimos que os recursos das emendas parlamentares no montante de R$ 500 mil reais, destinadas para o Hospital Flavio Ribeiro, sejam investidos em leitos para os pacientes do Covid-19.
Por outro lado, também nos preocupamos com as atividades econômicas, e sabemos que a gestão municipal tem a obrigação de auxiliar quem gera riqueza à Cidade. Como solução, sugerimos que o prefeito aplique a Lei 22/2019 do Fundo Municipal de Desenvolvimento do Pequeno Negócio, que destina 1,5% dos diversos pagamentos efetuados pelo município para esse Fundo, que pode impulsionar a economia local.

O município recebeu mais de R$ 4 milhões de reais enviados para a Secretária de Saúde, destinados ao combate do novo Coronavirus; sugerimos ainda que esse montante possa ser aplicado com a colaboração dos devidos Conselhos, com a participação da Câmara de Vereadores e transparência para que a população possa acompanhar.
A Secretaria de Assistência Social em Santa Rita-PB recebeu aproximadamente R$ 400 mil reais, apesar de não ter desenvolvido quaisquer políticas específicas para a população vulnerável ao Covid-19. Sugerimos que esses recursos sejam aplicados com a orientação do devido Conselho, Câmara de Vereadores e transparência para que a população possa acompanhar.

Por fim, a aplicação das medidas de flexibilização anunciadas pelo Prefeito Emerson Panta pode causar a piora no cenário epidemiológico. Como o aumento dos casos e principalmente o que mais tememos, o aumento dos óbitos.
Não seremos coniventes com um possível genocídio do povo Santarritense!

- Publicidade -
Redação
Redação
Compartilhe informações pelo nosso Whatsapp (83) 98611.8630

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite o seu nome

Laia Também

MPPB denuncia prefeito de Santa Rita por contratações ilegais de servidores

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) ofereceu denúncia ao...

Morre aos 73 anos, João de Souza, repórter esportivo da Paraíba

Luto na imprensa esportiva paraibana. O repórter esportivo, João...

Mulher é esfaqueada dentro de casa, em Santa Rita; companheiro é suspeito do crime

Uma mulher de 33 anos foi esfaqueada na noite...

Santa Rita TV terá nova programação

Santa Rita TV terá nova programação, novos entrevistados e...