O Maior Portal de Notícias da Cidade de Santa Rita na Paraíba.
Categorias
Guia em Foco
Quem Somos

Nova coluna: Para começar por Everton Silva

Para começar

Hoje acordei com alguém chamando pelo meu nome. Fiquei pensando em quem poderia ser, afinal não esperava ninguém em casa. Finalmente eu levanto, lavo o rosto e, para minha surpresa, era alguém da escola onde trabalho me trazendo um mimo pelo dia dos professores. Difícil não começar bem o dia assim.

Como já disse, hoje é o dia dos professores, dois dias antes do meu aniversário, e é nessa semana que estreio como colunista deste jornal. Para começar, espero que não seja anormal o nervosismo acerca de qual deve ser o meu primeiro artigo (este não é o primeiro que escrevi hoje, mas acredito que o assunto não seria tão interessante para a maioria dos leitores).

Pensei em falar sobre o dia dos professores (aliás, aproveito para dizer: feliz dia, professores!), mas será que eu não escreveria o clichê das dificuldades que há na vida de um professor, e creio que todos nós estamos cientes disso, o que nos falta mesmo é trabalharmos para que os chamados poderes públicos atuem em favor e não contra essa classe de trabalhadores (olha eu aí fazendo o que disse que não ia fazer…).

Agora que já decidi sobre o que não vou falar resta saber sobre o que pretendo. Acho que vou falar sobre o próprio ato de escrever. Fernando Pessoa dizia que “pensar é estar doente dos olhos”, devo concluir, então, que escrever deve ser estar doente da mão. Não é que eu tenha a necessidade inevitável de escrever, mas como já costumo dizer aos meus alunos, quando escrevemos organizamos melhor nossas ideias. E eu estou com um monte de ideias que precisam ser organizadas e me parece que esta coluna é uma ótima oportunidade para isso.

Como estamos em tempo de campanhas parece-me que é tempo também de fazer promessas. E o que eu prometo? Bom, você pode ter certeza que pretendo nos dias que estiver como colunista eu serei o mais humano possível, com direito a erros e acertos, momentos onde falarei sobre coisas interessantes e, sem dúvida, serei também enfadonho, resmungão e quem sabe o que eu escreva aqui te ajude a tornar o seu um pouco mais leve. Bom, acho que para um começo até que não prometi muito e acho que posso cumprir com sucesso tudo isso, portanto, se você me permitir, quero ter o seu voto de confiança nesse compromisso que fizemos aqui entre leitor e colunista. Nos vemos em breve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja mais matérias
Total
2
Share