Senior African American Couple Exercising In Park Stretching To Touch Toes

Alguns tempos atrás, dificilmente você veria as palavras “tecnologia para idosos” na mesma frase. O estereótipo da terceira idade era imaginado por idosos frágeis, dependentes e sem nenhum interesse ou habilidade  para essas novas ferramentas digitais.

De modo feliz, esse perfil mudou: hoje, 78% dos idosos brasileiros utiliza smartphone e 40% acessa à internet diariamente. Muitos deles, por necessidade ou opção, continuam trabalhando e mantém seu poder de compra – cerca de 70% das pessoas com mais de 60 anos toma decisões sozinha na hora de comprar. Estados Unidos, Portugal e Japão são os países que concentram o maior número de inovações desenvolvidas com foco no idoso. Todos os anos, estes e outros países participam da maior feira de eletrônicos do mundo, a Consumer Electronics Show, onde são apresentados milhares de soluções em tecnologia.

Por causa da tecnologia os idosos estão cada vez mais conectados. Isso porque essa inovação tem melhorado a qualidade de vida da terceira idade, fazendo com que os mesmos se sintam mais informados. Nesse sentido, novas ferramentas digitais devem fazer parte do dia a dia dos idosos.

Grande parte  dos idosos preferem ter o seu espaço, pois eles não gostam de incomodar seus entes queridos . Nesse momento, a tecnologia aparece como uma solução eficaz para melhorar a comunicação na terceira idade. No momento atual, o mercado oferece diversos produtos que facilitam a troca de informações entre o público diversificado . Um bom exemplo disso são as pulseiras e colares de teleassistência, as quais ajudam os idosos em situações de emergência.

Portanto, a tecnologia e idosos podem se relacionar de uma maneira sadia, fazendo com que a pessoa possa melhorar o seu convívio social, ser mais independente, e o melhor, consiga se sentir mais atualizado e dinâmico, diminuindo os riscos de desenvolver doenças como a depressão e ansiedade.

Fonte: https://aeraparelhosauditivos.com.br/tecnologia-e-idosos-mais-qualidade-de-vida-na-terceira-idade/

Elida Barbosa
Elida Barbosa é psicóloga Clínica, Escolar e Social. Atua na área do desenvolvimento infantil e adolescente. Graduada pela Faculdade Maurício de Nassau. Desenvolve um projeto nas escolas, levando a inclusão dentro da sala de aula. Atua no projeto Reviver espaço terapêutico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.