29 C
Santa Rita
terça-feira, 19 janeiro , 2021

Refrigerantes: normal, zero, light ou diet?

-

- Publicidade -

O Brasil é o terceiro produtor de refrigerantes do mundo, ficando atrás dos Estados Unidos e México. O mercado de refrigerantes vem crescendo cada vez mais, estima-se que nos últimos 50 anos o consumo desse produto tenha aumento 500%. Crianças e adolescentes são os maiores consumidores.

 

Os ingredientes do refrigerante são:

 

Água;

Áçucar;

Concentrados (conferir sabor, cor e aroma);

Acidulantes (regular a doçura do açúcar);

Antioxidantes (evita a oxidação) – são artificiais, não são os componentes benéficos que encontramos em frutas e verduras por exemplo;

Conservantes (inibem o desenvolvimento microbiológico);

Edulcorantes (conferem o sabor adocicado, nas versões sem ou com redução de açúcar);

Dióxido de carbono.

 

Estudos tem relacionado o consumo de refrigerante a vários problemas de saúde tais como:

 

1° Aumento de peso e obesidade;

2° Cáries e erosão dentárias;

3° Baixa utilização (pelo organismo) de alimentos que contenham cálcio, aumentando o risco de Osteoporose;

4° Processos alérgicos;

5° Hiperatividade;

6° Câncer;

7° Gastrite e refluxo gástrico;

8° Celulites subcutâneas e estrias;

9° Aumento de 80% do risco de desenvolvimento de diabetes;

10° Desequilíbrio do organismo – o cálcio e o fósforo ficam sempre juntos no organismo, o refrigerante tem muito fósforo, então para que ele seja processado é preciso de cálcio que é retirado dos ossos.

 

Em qualquer das versões o refrigerante deve ser evitado, quando é substituído o açúcar outros componentes também prejudiciais são adicionados, o melhor mesmo é evitar. Troque o refrigerante por água, suco, leite ou água de coco.

 

Veja a quantidade de açúcar do refrigerante:

 

1 garrafa de 600ml tem aproximadamente 16 saquinhos de açúcar

1 lata tem aproximadamente 8 saquinhos de açúcar

1 copo de refrigerante tem aproximadamente 9 colheres de chá de açúcar.

 

REFERÊNCIAS

A química do refrigerante
http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc31_3/10-PEQ-0608.pdf

O IMPACTO DO CONSUMO DE REFRIGERANTES NA SAÚDE DE ESCOLARES DO COLÉGIO GISSONI
http://www.castelobranco.br/sistema/novoenfoque/files/12/artigos/08.pdf

A química do refrigerante
http://www.nre.seed.pr.gov.br/irati/arquivos/File/QUIMICA/quimica_refrigerante.pdf

Falando sobre ciência com uma latinha de refrigerante
http://www.quimica.net/emiliano/artigos/2006set_refrigerante.pdf

Refrigerantes – Evte-os
http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/upload/saude/arquivos/programas/Refrigerante.pdf

Consumo de refrigerantes e sucos artificiais por crianças menores de cinco anos: uma análise da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da Criança e da Mulher, 2006
http://www.revistanutrire.org.br/files/v37n2/v37n2a05.pdf

- Publicidade -
Lidiane Barros
Lidiane Barros
Lidiane Barros é especialista em Nutrição clínica, esportiva e escolar. Graduada pela Universidade Federal da Paraíba em 2013 e Pós-graduada em Bases Nutricionionais da Atividade Fisica pela Estácio de Sá, além de Nutrição Esportiva pelo Cintep.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite o seu nome

Leia Também

Janeiro Branco – Saúde mental: O que o intestino tem a ver com isso?

  Chegamos finalmente ao ano de 2021 e já iniciamos...

AGOSTO DOURADO UM INCENTIVO AO ALEITAMENTO MATERNO

Estamos no mês de incentivo ao aleitamento materno. Essa...

COVID-19: Como amenizar os efeitos do estresse e da ansiedade através da alimentação

A COVID-19 tem trazido consequências gigantes na saúde pública,...

A vitamina C e a imunidade

Estamos vivendo dias difíceis, onde a incerteza de não...